Você está em: Clikaki »   Variedades » Curiosidades » A história do barbeador

A história do barbeador

Um homem adulto se barbeia quase todos os dias. Se ele se barbear durante 50 anos por 10 minutos, ele gastará mais de 120 dias da vida dele se barbeando... Veja algumas curiosidades sobre o barbeador e sobre o ato de se barbear.

A história do barbeador

A história do barbeador

Se barbear, cortar o cabelo, limpeza de pele, entre outras preocupações com aparência, se tornou comuns entre os homens modernos.

Um homem adulto se barbeia quase todos os dias. Se ele se barbear durante 50 anos por 10 minutos, ele gastará mais de 120 dias da vida dele se barbeando.

Quando pequenos os meninos sonhavam em poder fazer a barba, mas quando crescem e vivem essa realidade descobrem que é um pouco entediante. Os maiores comentários feitos pelos homens em relação a barba são: “Eu não gosto”, “preferia não ter que fazer”, “Detesto”.

Da pra perceber que fazer a barba não é uma das melhores coisas da vida, apesar de manter a boa aparência, tem os seus lados ruins, como os cortes no rosto por exemplo.

Mas se com toda a tecnologia que temos os homens ainda não gostam desse momento, imagine como era para os homens de antigamente. Boatos dizem que o primeiro barbeador criado, era apenas uma concha de mar, onde os homens as usavam para raspar de maneira difícil, os pelos do rosto.

Outra história é que usavam dentes de tubarão como barbeador. Imagine o perigo de levar os afiados dentes do tubarão até o seu rosto. Se nós reclamamos de nos cortar com o gilete, não sobreviveríamos com o método deles.

BarbeadorO povo egípcio usava uma espécie de navalha de cobre, muito parecida com a cabeça de um machado. Eles ainda contavam com um tipo de espuma para deixar o barbear mais suave.

O primeiro barbeador “decente” criado foi no século 18, na Inglaterra. Eram os famoso Corta-Garganta, aqueles barbeadores que possuíam uma lâmina afiada, onde possuía um cabo que quando não estava em uso, era dobrada e guardada.

Os giletes conhecidos por nós hoje, só foram criados no inicio do século 20 nos Estados Unidos. Os americanos inventaram uma lâmina que possuía um cabo de proteção e era descartável. Simplesmente facilitou a vida de todos.

Hoje vemos o barbeador elétrico, que não tem perigo de cortes no rosto e diminuem o tempo do barbear. Mas para que isso ocorra é preciso usá-lo todos os dias. Outra curiosidade sobre o ato de se barbear são os variados estilos que a barba pode ficar.

Apesar de muitos não gostarem, é necessário manter esse e outros hábitos e manter sempre uma boa aparência.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas