Você está em: Clikaki »   Saúde » Doenças » A importância da pediatria

A importância da pediatria

Medicina

Dentre os vários ramos da medicina, um dos que mais se destaca é a pediatria, visto que é a primeira a dar cuidados as pessoas.

Pediatra-importância

A pediatria é o ramo da medicina que estuda os problemas fisiológicos da criança, desde o nascimento até a adolescência.

Período Natal

Você sabia que as crianças podem sofrer da maioria das doenças que afetam o adulto e, ainda das infantis como fetal, sarampo, coqueluche, entre outras? Uma alimentação inadequada também pode causar vários transtornos como uma carência de vitaminas ou uma anemia. Por outro lado, muitas más-formações congênitas se manifestam logo na primeira etapa da vida.

Assim sendo, fica fácil concluir que importância do acompanhamento médico para que a criança tenha um desenvolvimento normal e sadio.

A puericultura, além de estudar os fatores que podem influir na saúde do embrião e do feto, se ocupa da prevenção de doenças infantis, principalmente nos primeiros anos de vida:

A criança apresenta, em cada etapa da sua vida, características anatômicas, fisiológicas e psíquicas diferentes. De acordo com o grau de desenvolvimento alcançado na infância se distinguem as seguintes etapas: período natal, período neonatal, primeira infância, idade pré-escolar, e idade escolar, que termina com a puberdade e a chegada da adolescência.

Considera-se o período natal o tempo que transcorre desde a ruptura da bolsa de águas até o final do primeiro dia de vida. Durante o parto, o médico deve estar presente já que grande parte dos problemas que ocorrem neste momento poem ter consequências irreparáveis caso não seja prestada a assistência adequada.

Além disso, após o nascimento, o bebe recebe cuidados imediatos: verificação da cor da pele (oxigenação),limpeza das vias respiratórias (retirar a secreção), aplicação de colírio (prevenir infecções), e testes para detectar o presença ou não de anomalias metabólicas e possíveis mal formações.

No período neonatal

Durante o período neonatal, que compreende as quatro primeiras semanas de vida, registra-se um alto índice de mortalidade, especialmente em prematuros e crianças de baixo peso, pois apresentam menor resistência as infecções. Grande importância tem os pediatras nessa fase da vida.

Primeira infância

É durante a infância que se produzem modificações psíquicas e somáticas que são fundamentais para a constituição da personalidade do adulto. São freqüentes os casos de desnutrição devido a erros cometidos pelas mães, assim como as infecções transmitidas pelos adultos.

Idade Pré-escolar

A idade pré-escolar compreende-se dos dois até os cinco anos. Durante esta etapa há o desenvolvimento das faculdades sensoriais; a criança demonstra grande curiosidade por todas as coisas e é importante que se permita que ela conheça e explore tudo ao seu redor. Devem ser prevenidas as infecções e os acidentes. A alimentação adequada e uma boa educação permitem seu bom desenvolvimento físico e mental.

Idade Escolar

A idade escolar, que se inicia por volta dos cinco anos, vai até a puberdade. Durante este período a alimentação deve ser rica e equilibrada para que se desenvolva normalmente. É importante que se façam exercícios físicos para estimular seu desenvolvimento mental e social.

Ao chegar à adolescência a criança sofre profundas transformações, tanto físicas como psíquicas. A rapidez no crescimento na puberdade a torna muito vulnerável as infecções; as doenças que ocorrem com maior frequência são infecções reumáticas, meningites e cáries dentárias.

A criança, em todas as idades é muito sensível aos fatores do meio ambiente. O clima, a moradia, o vestuário e a higiene são de grande importância para o seu desenvolvimento físico. Do mesmo modo, o nível cultural do meio em que se desenvolve e a educação que recebe influem muito sobre seu desenvolvimento psicológico.

A nutrição atua tanto no desenvolvimento infantil como na resistência da criança às doenças. Devido as suas exigências nutritivas, a criança manifesta de forma clara as carências de vitamina (avitaminoses), de proteínas ou de ferro.

Os medicamentos indicados para às crianças devem ser de acordo com a idade, o peso e o estado de nutrição. Por outro lado não se pode esquecer os fatores de sensibilidade individual a certos antibióticos e medicamentos.

De fato, durante todo esse período é essencial o acompanhamento pediátrico.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas