A origem dos povos americanos

Gostou? Seja +1!

Categoria: Educação
Postado em:
Home » Educação » A origem dos povos americanos





A origem do povo americano

A origem dos povos americanos

Na disputa pelas terras do continente americano, os europeus foram firmando os seus domínios a partir de alguns tratados e, mais tarde, a partir de confrontos diretos estimulados pelos seus interesses econômicos.

Os portugueses e os espanhóis foram os primeiros europeus a iniciar o processo de dominação nas Américas, tendo, no Tratado de Tordesilhas de 1494, o respaldo para a divisão das terras. Todas as terras a leste do Meridiano de Tordesilhas pertenceriam a Portugal e, a oeste à Espanha. Esses direitos eram “concedidos” pela Igreja.

Os espanhóis foram se concentrando nas regiões mais ricas e mais cobiçadas, a oeste do Meridiano de Tordesilhas, onde se encontravam os metais preciosos. No México, na América Central e, posteriormente, nas regiões Andina e Platina da América do Sul, estabeleceram um vasto domínio, baseado na exploração dos recursos locais.

Os portugueses, fixados na parte oriental da América do Sul, definiram a sua área de dominação por meio da exploração madeireira e do estabelecimento da agricultura de plantation. Somente mais tarde é que descobriram ouro em escala comercial, no interior do território brasileiro, explorando-o intensamente.

Outros povos europeus, como os ingleses, franceses e holandeses, desconhecendo a autoridade da Igreja, que havia firmado o tratado de distribuição das terras, também entraram na disputa. Porém, fizeram-no tardiamente, alguns por estarem em conflito nos seus territórios, como era o caso da Inglaterra e da França.

Os ingleses e os franceses foram se concentrando no território norte-americano, nas terras atuais dos EUA e Canadá, onde estabeleceram seus objetivos numa colonização de povoamento. Nas Américas Central e do Sul, juntamente com os holandeses, invadiram muitas regiões de domínio espanhol, alterando totalmente o quadro inicial de ocupação.

Em virtude da dominação basicamente inglesa nos EUA e Canadá e basicamente espanhola e portuguesa no México, na América Central e na América do Sul, ficaram essas partes conhecidas, respectivamente, por América Anglo-Saxônica e América Latina. Você se lembra?

Essa divisão tem caráter cultural, porém, por esse fator ter sido importante no processo de colonização, marcou o modelo de desenvolvimento econômico das duas regiões. Daí a utilização da divisão América Anglo-Saxônica e América Latina, tanto para diferenciar os processos civilizatórios das duas partes, como para indicar o grau de desenvolvimento econômico das regiões.

Os negros africanos, introduzidos como escravos nos países que desenvolveram, preferencialmente, atividades agrícolas voltadas para a exportação, complementaram a formação étnica e cultural do continente, destacando-se principalmente em países latino-americanos, onde aparecem miscigenados ou até em maioria.

5.00 avg. rating (87% score) - 1 vote