Você está em: Clikaki »   Saúde » As partes da garganta

As partes da garganta

A garganta é a cavidade interna do pescoço. É constituída pela faringe, laringe e parte superior da traquéia e do esôfago. Pela garganta passam tanto o ar da respiração como os alimentos e, ao mesmo tempo, nela se aloja o órgão da voz... Veja mais detalhes sobre as partes da garganta.

As partes da garganta

A garganta é a cavidade interna do pescoço. É constituída pela faringe, laringe e parte superior da traquéia e do esôfago. Pela garganta passam tanto o ar da respiração como os alimentos e, ao mesmo tempo, nela se aloja o órgão da voz.

A faringe é um conduto que corre adiante da coluna vertebral e uma as fossas nasais e a cavidade bucal à laringe e ao esôfago. Pela faringe passam, embora não simultaneamente, o ar da respiração, que se dirige à laringe, e o bolo alimentar, que se dirige ao esôfago.

A faringe se divide em três zonas: a superior ou rinofaringe, que tem função unicamente respiratória; a zona média ou orofaringe, com função digestiva e respiratória, e a zona inferior ou laringofaringe, exclusivamente digestiva.

A rinofaringe comunica-se com o nariz através das coanas e também, por meio dos orifícios laterais, com a trompa de Eustáquio; em sua parte inferior está o véu do palato, que a separa da orofaringe e que se fecha hermeticamente quando passa o bolo alimentar. A zona média encontra-se a epiglote, que impede a passagem dos alimentos à laringe. A laringofaringe está atrás da laringe e se prolonga para o esôfago.

Dos dois lados do istmo das faces encontramos as amígdalas palatais ou amígdalas propriamente ditas. As amígdalas são órgãos em forma de amêndoa que sobressaem ligeiramente na superfície da parte posterior da cavidade bucal. A superfície das amígdalas é um pouco rugosa devido às múltiplas aberturas dos folículos glandulares que formam. Junto à amígdala faríngea e à amígdala lingual constituem o anel linfático de Waldeyer, cuja missão fundamental é evitar a passagem de germes nocivos ao interior do organismo. Quando seu poder defensivo se vê neutralizado devido a uma infecção, as amígdalas se inflamam, dando lugar a uma amigdalite aguda ou crônica.

A laringe, além de formar parte das vias respiratórias, é o órgão essencial da formação ou da voz. Na sua zona central ou glote encontram-se as cordas vocais que, por influência do ar expulso pelo pulmões, vibram mais ou menos, dando lugar a uma série de sons que são modulados nas cavidades que atravessam antes de chegar ao exterior (faringe, boca e fossa nassais). As cordas vocais são constituídas por quatro cintas de tecido elástico situadas duas de cada lado da glote. Por cima das cordas vocais verdadeiras encontram-se as cordas vocais falsas, que não desempenham nenhum papel especial na produção da voz.

A laringe pode ser examinada diretamente com o laringoscópio, instrumento provido de um espelho que, ao ser introduzido na parte posterior da boca, reflete a imagem da laringe.

A traquéia é um conduto situado entre a laringe e os brônquios; forma parte das vias respiratórias.

O esôfago é um conduto que se estende da faringe até o estômago e faz parte das vias digestivas.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas