Você está em: Clikaki »   Variedades » Dicas » Como fazer a respiração boca-a-boca?

Como fazer a respiração boca-a-boca?

Salve vidas

Saber como fazer respiração boca-a-boca é quase que obrigação de cada cidadão. Clique e aprenda a fazer para não ser pego de surpresa

Saber como fazer respiração boca-a-boca pode salvar uma vida (Imagem: Reprodução)

Saber como fazer respiração boca-a-boca pode salvar uma vida (Imagem: Reprodução)

O método de respiração boca-a-boca é o mais adequado para as situações de emergência, nas quais a perda de tempo pode por em perigo a vida do acidentado. Um paciente apresenta uma parada respiratória completa em consequência de uma acidente de trânsito, eletrocussão, afogamento, etc…

Como fazer a respiração boca-a-boca?

Inicialmente deve-se colocar o paciente em posição supina (deitado de barriga pra cima), com a cabeça para trás, o pescoço estendido e o queixo alinhado ao tórax. Depois, abre-se a boca do paciente e, uma vez tendo-se verificado de não existir nenhum corpo estranho (dentaduras, por exemplo) em seu interior, coloca-se a boca sobre a dele e sopra-se ar em sua boca, tapando antes o seu nariz.

passos-respiração-boca-a-boca

Passos respiração boca-a-boca (Imagem: Reprodução)

Uma terceira pessoa deve observar se o tórax do paciente se expande, pois se isso não ocorrer é porque não se insuflou ar com força suficiente ou que a cabeça não se encontra na posição correta.

Deve-se fazer a operação de insuflar ar de 12 a 16 vezes por minuto, deixando-se alguns segundos de intervalo para que o ar seja expirado; a expiração passiva deve ser audível. A respiração boca-a-nariz realiza-se de forma semelhante mas o ar se aplica no nariz e se mantém a boca do paciente fechada.

Qualquer pessoa pode fazer uma respiração boca-a-boca?

Sim, com um mínimo de conhecimento qualquer pessoa pode praticar a respiração artificial manual. Tanto que as técnicas boca-a-boca e boca-a-nariz deveriam ser difundidas de tal maneira que qualquer pessoa estivesse em condições de aplica-las quando fosse preciso.

Numa sociedade tão mecanizada como a atual, onde a taxa de acidentes cresce a cada dia, seria muito útil que todos estivesse familiarizado com elas.

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas