Você está em: Clikaki »   Saúde » Como reconhecer a tuberculose?

Como reconhecer a tuberculose?

Saiba como reconheçer a tuberculose, o que é a tuberculina, se a tuberculose é uma doença hereditaria e muito mais.

Como reconhecer a tuberculoseComo se pode reconhecer um doente tuberculoso?

O diagnóstico deve sempre ser feito pelo médico, mas pode-se suspeitar que um individuo contraiu a tuberculose quando ele sente um aumento progressivo de fadiga, perda de apetite e de peso em pouco tempo, febre baixa e tosse seca. Estes sintomas iniciais são comuns a todas as doenças infecciosas pulmonares, mas no caso da tuberculose, persistem durante várias semanas.

É fácil fazer o diagnóstico?

A tuberculose primária, ao provocar doenças mínimas ou nulas pode passar despercebida, embora, depois de um período de incubação de 4 a 6 semanas, apresenta-se hipersensibilidade a tuberculina, o que indica a existência de lesões primárias. Em algumas ocasiões o exame radiológico clássico não fornece dados suficientes para se estabelecer um diagnostico positivo então recorre-se à tomografia, que proporciona uma série de radiografias de diversos planos paralelos e permite observar a presença de tubérculos. Com o exame da expectoração também se pode identificar o bacilo de kosh e é possível inclusive cultiva-lo e estudar sua sensibilidade e os remédios anti-tuberculosos.

O que é a tuberculina?

Robert Kosh, tentando descobrir um remédio que curasse a doença, obteve em 1890 um liquido estéril – a tuberculina – que continha determinadas substancias elaboradas pelo bacilo que recebeu seu nome. Embora não tivesse as propriedades de curas esperadas, ficou provado que provocava uma reação positiva na pele perfurada dos sujeitos com lesões primárias, enquanto que a reação era negativa quando se aplicava em pessoas que não haviam sofrido infecção tuberculosa.

Isso importa no diagnóstico precoce?

Sim, já permite iniciar a medicação antes que a doença se difunda as outras partes do corpo, e conseguir uma cura rápida e completa.

Sem dúvida a fatores que predispõe a doença…

Para que se produza deve existir um foco infeccioso, mas, em geral, as mas condições de vida, agrupamento, subalimentação e a permanência prolongada em lugares com o ar contaminado são fatores predisponentes.

É hereditário?

Não, embora é possível que seja congênita. A criança pode adquiri-la antes de seu nascimento, durante o desenvolvimento fetal.

Crianças são mais sensíveis à tuberculose que os adultos?

A infecção pode ser contraída em qualquer idade. O que acontece é que as crianças estão mais expostas ao contágio devido a convivência com familiares já contaminados, pela ingestão de produtos lácteos não pasteurizados, etc.. Sem dúvida, em tempos passados a tuberculose desempenhou um papel importante na mortalidade infantil.

Atualmente a doença é mortal?

Apesar de o bacilo estar muito difundido, as tuberculoses manifestadas são poucas; para isso contribuiu sem duvida alguma o conhecimento dos mecanismos de infecção, assim como a maior higiene e melhora do regime alimentar. Por outro lado, o tratamento médico atual permite a cura completa.

Como é tratada atualmente a tuberculose?

O bacilo de kosh é totalmente circundado por uma membrana que lhe dá notável resistência frente aos produtos químicos em geral e frente a muitos antibióticos. Contudo, desde 1944 são conhecidos diversos medicamentos que permitem que a tuberculose pulmonar seja tratada com êxito. Recomenda-se também repouso absoluto e alimentação equilibrada. Em condições normais, o processo curativo pode-se completar em 1 ano.

É necessária a hospitalização?

Não é indispensável, mas é recomendado. Uma vez que permite o isolamento do paciente, com o que se evita o contágio com outras pessoas, e facilita a realização de exames radiológicos, etc.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas