Você está em: Clikaki »   Variedades » Curiosidades » Como um daltônico enxerga

Como um daltônico enxerga

Discromopsia

Os principais sintomas apresentados pelo paciente são de não distinguir o vermelho do verde, e o azul do amarelo, mas ele não é consciente dessa alteração.

visão-original

Foto da visão normal de uma pessoa que enxerga todas as cores.

O daltonismo é um transtorno de visão das cores (discromopsia) que produz cegueira para receber o vermelho e o verde, que se confundem, e também o amarelo e o azul. Essa doença é de origem hereditária, de caráter recessivo, que se transmite através do sexo.

Ela afeta mais o sexo masculino, mas as mulheres podem atuar como transmissoras ou portadoras dessa anomalia sem sofrê-la. Você pode estar se perguntando agora, se não existe mulher daltônica, porém existe sim, mas é pouco freqüente.

Na imagem se apresenta a dificuldade de um daltônico de ver a cor vermelha. Esse tipo de daltonismo atinge cerca de 2% da população masculina e apenas  0,01%.

Na imagem se apresenta a dificuldade de um daltônico de ver a cor vermelha. Esse tipo de daltonismo atinge cerca de 2% da população masculina e apenas 0,01% da população feminina.

Uma mulher só pode ter daltonismo quando os seus pais são daltônicos; no caso de a mãe ser portadora e o pai daltônico, provavelmente a metade das filhas será daltônica e a outra metade portadora.

Os principais sintomas apresentados pelo paciente são de não distinguir o vermelho do verde, e o azul do amarelo, mas ele não é consciente dessa alteração. O descobrimento do daltonismo costuma ser casual, por exemplo, ao realizar um exame oftalmológico para o serviço militar ou para um certificado médico para o trabalho

A incapacidade de perceber a cor verde (como na imagem) é chamado deuteranopia e é o mais comum, ocorrendo em alguma forma em cerca de 7% dos homens e 0,4% das mulheres.

A incapacidade de perceber a cor verde (como na imagem) é chamado deuteranopia e é o mais comum, ocorrendo em alguma forma em cerca de 7% dos homens e 0,4% das mulheres.

A pessoa que possui daltonismo não nota que possuía a doença, pois ela é um defeito congênito, e aprendeu a distinguir vermelho do verde pela luminosidade distinta que produzem estas cores; mas sim dois tons luminosos distintos.

Para compreender melhor, veja a diferença através dessa imagem entre a deuteranopia e a protanopia

Para compreender melhor, veja a diferença através dessa imagem entre a deuteranopia e a protanopia

Não existe nenhum tratamento para o daltonismo, pois ele é um defeito permanente. O daltonismo traz muitos problemas para o seu portador, ela pode dificultar tarefas e atividades que se regem por sinais luminosos, com o a condução de veículos ou pilotagem de aviões, ou simplesmente ao montar um cubo mágico.

A tritanopia é muito mais raro  (apenas 0,01% da população) e se caracteriza pela mudança da cor natural azul para ondas maiores, mais verdes.

A tritanopia é muito mais raro (apenas 0,01% da população) e se caracteriza pela mudança da cor natural azul para ondas maiores, mais verdes.

Mesmo a pessoa tendo esse problema, não significa que ela tem uma visão pior, com menor grau.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas