Você está em: Clikaki »   Variedades » Curiosidades » Consequências de usar a droga Merla

Consequências de usar a droga Merla

A merla é uma droga perigosa, que causa dependência física e psíquica. A cocaína é obtida através da mistura de folhas de coca com produtos químicos concancerígenos como: querosenose, acetona, clorofórmio, benzina (mistura de pentanos e hexanos) e ácido sulfúrico... Veja mais sobre a droga merla.

Consequencias da droga merla

Consequências de usar a droga Merla

A merla é uma droga perigosa, que causa dependência física e psíquica.

A cocaína é obtida através da mistura de folhas de coca com produtos químicos concancerígenos como: querosenose, acetona, clorofórmio, benzina (mistura de pentanos e hexanos) e ácido sulfúrico.

Isso provoca um processo de fermentação que dissolve as folhas, transformando-as numa mistura pastosa. Após a extração da clorofila se obtém a pasta básica de cocaína (pasta impura) ou free base.

A merla é um subproduto da cocaína. Sua origem é a espuma muito densa que se desprende do processo de fermentação das folhas de coca. Essa espuma é posta a secar, transformando-se na pasta amarela, chamada merla, que é comercializada em latinhas de metal, como as usadas em coletas de fazes de exames laboratoriais.

É uma droga altamente perigosa que causa dependência física e psíquica, além de provocar danos – às vezes irreversíveis – ao organismo. Como todas as drogas, o uso continuado pode levar a morte.

Como ela afeta nosso organismo…

A atuação da merla no organismo é semelhante à de cocaína. Causa euforia, aumento de energia, diminuição da fadiga, do sono e do apetite. Mas seu efeito é de curtíssima duração.

Normalmente, após 1 hora de euforia provocada pelo seu uso, aparecem os efeitos, como alucinações, depressão, sensação de medo e paranóia de perseguição = por isso é também chamada pelos usuários de “nóia”, gíria derivada da palavra paranóia.

Todas essas sensações continuadas podem, por exemplo, levar ao suicido.

Durante o uso podem ocorrer convulsões e perda da consciência. As convulsões podem levar à parada respiratória, coma, ou parada cardíaca e, obviamente, a morte.

Nas situações de overdose a excitação é intensa, seguida de palidez da pele, corpo frio (arrefecimento do corpo), principalmente nas extremidades.

O usuário apresenta muitos sinais físicos. Geralmente tem as extremidades dos dedos amareladas. Pode ter ataques de coriza, lacrimejamento, espirros, palpitações, respiração difícil, tremores e nas mãos e muita inquietação e irritabilidade.

Tratamentos…

O primeiro passo na tentativa de recuperação de um dependente é o diagnóstico correto. O exame toxicológico pode qualificar a impregnação da droga no organismo e conseqüentemente o nível de intoxicação do usuário.

No processo de luta contra a dependência de qualquer droga é fundamental o acompanhamento de especialistas para o tratamento físico e psicológico.

O dependente é em geral uma criatura de inteligência normal, mas com uma estrutura psicossomática fraca e caracterizada pela instabilidade emocional e pela insegurança. Usa drogas como saída para o sofrimento gerado pelas frustrações.

O acompanhamento psicológico é então fundamental. Pode ajudar a diagnosticar o problema (ou os problemas) que deu origem à dependência. Com isso haverá mais chance de recuperação.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Recomendamos para você

Legalização das drogas no Brasil

Legalização das drogas no Brasil

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas