Você está em: Clikaki »   Variedades » Dicas » Diferenças de Medicamentos genérico, Similar e de Referência

Data de publicadaPublicado em Autor Por: Amanda

Diferenças de Medicamentos genérico, Similar e de Referência

Medicamentos

Os medicamentos de referência e os similares tem algumas semelhanças na embalagem, para diferenciar um de outro é necessário atenção e solicitar auxilio do farmacêutico. Na maioria das vezes os médicos prescrevem nas receitas o medicamento e já colocam o principio ativo junto, o que ajuda o paciente a ter mais opções no momento da compra.

Medicamentos genéricos, Similares e de Referência

Medicamentos genéricos, Similares e de Referência

Existem diversas dúvidas relacionadas a medicamentos no momento a compra, a diferença de laboratórios, o modelo das embalagens, a diferença de preço, entre outros.

Nas farmácias e drogarias existem os medicamentos que são de referência, os genéricos que são conhecidos pelo seu preço mais acessível, e os similares, que em algumas vezes também é bem mais barato. Dai surgem às perguntas: O efeito é o mesmo? Genérico e ético são a mesma coisa realmente? Por que a diferença de preço e nome se é para o mesmo fim? Para responder algumas dessas questões vamos entender a definição de cada categoria

Os medicamentos de referência

São medicamentos inovadores conhecidos por ser, um dos primeiros eficazes no tratamento de determinadas doenças, o nome é mais conhecido, tornam-se referencia para que sejam feitas “cópias” desses produtos. São registrados no órgão federal responsável pela vigilância sanitária, e comercializado por todo o País.

A eficácia, qualidade e segurança foram comprovadas cientificamente através de apresentações de estudos clínicos junto ao órgão federal competente.

Os medicamentos de referência nas embalagens vêm com o nome fantasia, e logo abaixo o nome do principio ativo.

Os medicamentos genéricos

Os genéricos, conhecidos por serem na maioria das vezes mais barato, tem o mesmo principio ativo na mesma forma farmacêutica, mesma dose, tem a mesma indicação terapêutica e é administrada pela mesma via. Os de referencia podem ser substituídos sem problema algum por genéricos, já que estes são cópias legais do ético, pois passaram também por rigorosos testes obrigatórios de eficácia, o que os consideram bio equivalente ao primeiro. Esta substituição deve ser feita pelo farmacêutico responsável, e deve ser registrado na receita, por motivos de segurança para que não haja erro ou confusão na leitura de receitas.

Saiba escolher, medicamentos mais baratos e de boa qualidade

Saiba escolher, medicamentos mais baratos e de boa qualidade

Similares

Da mesma forma que o genérico os similares também possuem as mesmas características quanto ao modo de tomar, forma farmacêutica e etc., entretanto os similares não são bio equivalente ao medicamento de referência então não podem substitui-lo. Podem diferir nas características relativas ao prazo de validade, tamanho, embalagem, nomes, excipientes e veiculo.

Como diferenciar um de outro?

O mais fácil de identificar são os genéricos, eles aparecem com uma tarja com um (G) de genérico na embalagem, não tem nome fantasia apenas o nome do principio ativo em cima. E abaixo todos tem a seguinte frase: “Medicamento genérico – Lei 9.787/99”.

Já os de referencia e similares são mais complicados de se perceber a diferença já que ambos possuem nome fantasia principio ativo em baixo do nome, as embalagens apresentam cores e aparência atrativas, ou seja, somente pela embalagem não se consegue diferenciar, é preciso pedir ajuda ao balconista da farmácia ou ao médico.

Desta forma é importante ficar atento na hora de comprar medicamentos, é interessantes pedir genérico já que tem preços mais acessíveis e são realmente a mesma coisa, e nas consultas com o médico solicitar receitas com letras claras ou mesmo digitadas para não ter interferência na compreensão no momento da compra.

Avalie e compartilhe este artigo:

Diferenças de Medicamentos genérico, Similar e de Referência
0 votos, média de votos: 0.00 (pontuação: 0%)

Deixe o seu comentário