Você está em: Clikaki »   Saúde » Estenose Pilórica sintomas e tratamento

Estenose Pilórica sintomas e tratamento

Perigo

O piloro é o orifício que comunica estomago e duodeno; está dotado de um esfíncter que, ao contrair-se diminui o seu diâmetro. A estenose ou estreitamento do orifício pilórico impede que os alimentos passem normalmente ao intestino.

O piloro é o orifício que comunica estomago e duodeno; está dotado de um esfíncter que, ao contrair-se diminui o seu diâmetro.

Sintomas

A estenose ou estreitamento do orifício pilórico impede que os alimentos passem normalmente ao intestino e provoca com isso a retenção dos alimentos no estomago, que vai então se dilatando paulatinamente.

A estenose pilórica pode ser de natureza orgânica devido a um câncer ou a retrações cicatriciais devido a cura de uma ulcera gástrica, ou funcional, que aparece como conseqüência a contração espasmódica do piloro.

Um caso particular de estenose pilórica é o que afeta o recém-nascido. Aparece entre a segunda e a sexta semana depois do nascimento, com maior frequencia em homens primogênitos. O primeiro sintoma da obstrução costuma ser um vomito que vai progressivamente aumentando de intensidade até se tornar um vôtimo em projétil. A criança chora muito e perde peso devido a escassa quantidade de alimento que atravessa o piloro.

Tratamento

Para que se cure a esteonose pilórica orgânica, assim como a do recém nascido, é necessária uma intervenção cirúrgica. Na estenose funcional basta o uso de antiespasmódicos.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas