Você está em: Clikaki »   Saúde » Funções do ouvido

Funções do ouvido

O ouvido ou aparelho auditivo é o órgão mediante o qual percebem os sons. Para seu estudo pode-se dividir o ouvido em três partes: ouvido externo, ouvido médio e ouvido interno. Além disso, no ouvido interno encontran-se umas estruturas que constituem o sentido do equilíbrio... Veja mais sobre as funções do ouvido.

Funções do ouvido

O ouvido ou aparelho auditivo é o órgão mediante o qual percebem os sons. Para seu estudo pode-se dividir o ouvido em três partes: ouvido externo, ouvido médio e ouvido interno. Além disso, no ouvido interno encontran-se umas estruturas que constituem o sentido do equilíbrio.

O ouvido externo compreende o pavilhão auricular ou orelha e o conduto auditivo externo. O pavilhão auricular é uma obra da pele em forma algo ovalada com armação cartilaginosa; está fixado em cada um dos lados da cabeça e têm a função de concentrar as ondas sonoras e levá-las até o conduto auditivo externo. Este tem forma tubular e seu comprimento é de cerca de 25 mm; na pele que o reveste encontram-se as glândulas ceruminosas, que segregam uma substância gordurosa chamada cerumem cuja função é impedir que corpos estranhos penetrem no conduto.

O ouvido médio ou caixa do tímpano é uma cavidade de pequeno tamanho e forma irregular que está cheia de ar. Sua parede externa é constituída pela membrana timpânica, que a separa do ouvido externo. A membrana timpânica, situada em posição ligeiramente oblíqua, fica algo relaxada e vibra ao entrar em contato com as ondas sonoras. Suas vibrações são captadas por três pequenos ossos, chamados martelo, bigorna e estribo, que se encontram no interior da caixa do tímpano e atuam como alavancas. O som é logo transmitido à membrana que recobre a janela oval, situada na parece interna do ouvido interno. Debaixo da janela oval encontra-se a janela redonda, recoberta por uma membrana chamada tímpano secundário. No ouvido médio se abre também a trompa de Eustáquio, conduto em parte ósseo e em parte membranoso que está em comunicação com a zona superior da faringe e tem a função de manter a pressão aérea da caixa timpânica no mesmo nível que existe na atmosfera.

O ouvido interno está alojado numa série de cavidades regulares encaixadas no osso temporal, que recebem o nome de labirinto ósseo; em seu interior encontra-se o labirinto membranoso, que produz aproximadamente a forma do labirinto ósseo. Entre o labirinto ósseo e o membranoso há um liquido claro e transparente chamado perilinfa e no interior do labirinto membranoso há outro líquido que recebe o nome de endolinfa.

As cavidades formadas pelo labirinto ósseo dão lugar ao vestíbulo, caracol e aos três condutos semicirculares. O vestíbulo é uma cavidade não maior que uma ervilha, situada na parte anterior do caracol e que transmite a este, através da perilinfa, as vibrações que chegam da janela oval; o caracol é uma cavidade em espiral cuja missão é conduzir estas vibrações ao órgão de Corti, que se encontra em seu interior; os três condutos semicirculares, que têm a forma que seu nome indica, estão relacionados com o sentido do equilíbrio.

O órgão de Corti é o verdadeiro órgão terminal da audição. E formado por umas células que transformam as vibrações sonoras em estímulos nervosos. Em torno destas células começa o nervo auditivo, que transmite os estímulos nervosos ao cérebro, onde são transformados em sensações acústicas.

O equilíbrio corporal regula-se no vestíbulo e nos três condutos semicirculares; o primeiro controla o equilíbrio estático; os outros o equilíbrio dinâmico.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Comentários

leandro dias knupp comentou:

muito massa o ouvido ea parte mais interessante do corpo

Responder

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas