Você está em: Clikaki »   Educação » Português » Livros clássicos de Machado de Assis

Livros clássicos de Machado de Assis

Literatura

Machado de Assis é considerado um dos maiores nomes da literatura até hoje, seus romances encantaram não só o Brasil como também o mundo.

machado-de-assis

Machado de Assis foi um renomado escritor brasileiro, nascido no dia 21 de junho de 1839 ele veio a falecer em 29 de setembro de 1908 com 69 anos. Durante toda a sua vide ele se dedicou a literatura nacional, não é atoa que ele é considerado por muitos como o maior nome da nossa literatura até hoje. Testemunhou uma das principais mudanças que ocorreu no nosso país quando ele deixou de ser um Império e passou a ser uma República, durante esse período ele foi um grande comentador e relator dos principais eventos político-sociais de sua época. Além disso ele escreveu praticamente todos os gêneros literários.

Seu legado foi fundamental para as escolas literárias brasileiros do século XIX e XX, e até hoje elas são de grande interesse acadêmico e público. Eles influenciou escritores renomados, como Olavo Bilac, Lima Barreto, Drummond de Andrade, John Barth, Donald Barthelme, entre outros. Dentre os diversos livros que ele escreveu é importante ressaltar alguns clássicos como:

Memórias Póstumas de Brás Cubas

Lançado em 1881, este livro é do período realista, por isso ele apresenta um novo modo de narrar, que nesse caso a história é narrada por um defunto. Além disso a obra inseri em nosso país o gênero psicológico. O livro é até hoje considerado como o primeiro romance da modernidade brasileira. A história do livro começa no velório do protagonista, que em seguida começa a contar como foi sua vida na sequência temporal. Um dos primeiros conflitos do livro é que logo aos 17 anos o protagonista se apaixona por uma libertina, chamada Marcela, uma prostituta de luxo, que acabou custando cara para a família. O que faz com que seu pai fique furioso, decidindo mandá-lo para Portugal, com o pretexto de que ele deve cursar Direito. Após retornar ao Brasil para o funeral de sua mãe, ele acaba conhecendo Eugênia, com quem constrói um relacionamento por um curto período, mas seu pai deseja que ele siga a carreira de político e novamente volta a atrapalhar seus planos, tentando o fazer se casar com Virgília, porém ela acaba preferindo se casas com Lobo Neves, que também era candidato a uma carrega política. Mas, Virgília reaparece, e se reencontra com Brás Cubas, os dois acabam se tornando amantes. A principal intenção do livro é retratar a escravidão, as classes sociais, o cientificismo e o positivismo da época.

Dom Casmurro

O livro publicado em 1899 é ambientado no drama que a cidade do Rio de Janeiro viveu, na época em que Dom Pedro II reinava. Bentinho é o protagonista da obra, herdeiro de um deputado e proprietário rural, já morto. Ele acaba prometendo a sua mãe que se tornaria sacerdote. Para isso ele deve ir ao seminário, fazendo com que ele se distancie de sua melhor amiga, Capitu. Depois de muitas desventuras ele acaba se librando juramento feito a sua mãe, e se casa com Capitu sua amada. Porém ele acaba sendo tomado totalmente pelo ciúme, que acaba se tornando seu maior adversário. A forma com que Machado de Assis narra a história retoma os tópicos favoritos dele, como a suposta infidelidade, patrimônios herdado, uma relação entre três personagens e o estado emocional de cada um deles.

Iaiá Garcia

A história do livro se passa no bairro carioca de Santa Teresa. O protagonista Jorge se apaixona por Estela, porém Dona Valéria, sua mãe, não gosta desse relacionamento, por isso acaba mandando seu filho para lutar na Guerra do Paraguai. O livro foca na força das personagens femininas, que são francas, fortes e conduzem a trama. O principal destaque da história é Estela, uma bela jovem de 16 anos.

Helena

Outro livro que foca na força feminina, tento como personagem principal Helena, uma jovem que ascende socialmente de uma forma vertiginosa depois do falecimento de Conselheiro Vale. Ela herda todo o patrimônio do falecido por ter sido reconhecida como sua filha. Depois de estudar em um internato carioca, ela passa a morar na casa de Úrsula, sua tia por parte de pai, e com seu meio-irmão, Estácio. Sua carisma atrai a simpatia de todos os moradores da casa, mas isso acaba quando um amigo de Estácio, chamado Mendonça se apaixona por ela.

Esaú e Jacó

Pedro e Paulo são gêmeos idênticos que já duelavam desde o ventre materno. Mas, durante a vida eles se posicionam em extremos opostos. Pedro defende a monarquia e entra na Faculdade de Medicina. Enquanto Paulo adota o republicanismo e vai estudar Direito. Porém, os dois acabam se apaixonando pela mesma mulher Flora, herdeira de Batista, um importante político que sempre tenta tirar vantagem de tudo. O pai da jovem é indicado para a presidência de uma província da região norte, isso faz com que ela se desespere, pois não deseja ir embora do Rio de Janeiro, já que está indecisa entre os irmãos. Ela fica muito tempo sem saber o que fazer. Depois de algum tempo ela acaba adoecendo e morre sem conseguir escolher entre eles.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas