Você está em: Clikaki »   Atualidades » Notícias » Militares assumem golpe de Estado na Tailândia

Militares assumem golpe de Estado na Tailândia

Noticias

Os militares tailandeses resolveram oficializar seu poder hoje de madrugada, é claro que com a benção do Tio Sam.

140522115337_thailand_coup_dtat_624x351__nocredit

Depoimento do Exército em rede nacional sobre o golpe

Nesta quinta-feita o líder do Exército tailandês, se pronunciou em rede nacional que os militares tomaram o poder no país em um golpe de Estado.

“Para que a situação volte ao normal rapidamente e para que sociedade fique em paz de novo… para que as reformas políticas, econômicas e das estruturas sociais, os militares precisam assumir o controle do poder” disse em pronunciamento nacional o general Prayuth Chan-Ocha.

O golpe foi oficializado após dois dias de negociações entre os principais partidos políticos, os militares declararam a lei marcial (por conta própria), e se justificaram dizendo que a lei tailandesa permite tudo o que está ocorrendo. “Para que a situação volte ao normal rapidamente e para que sociedade fique em paz de novo… para que as reformas políticas, econômicas e das estruturas sociais, os militares precisam assumir o controle do poder” disse em pronunciamento nacional o general Prayuth Chan-Ocha.

Porém, o golpe de Estado acabou causando diversas manifestações no país todo. Em algumas tentativas para dispersar os manifestantes os soldados deram tiros para o alto. Além disso, já foi imposto o toque de recolher em toda a Tailândia, entre as 22h e as 5 da manhã (horário local). Os militares dizem que é questão de tempo para a sociedade tailandesa se estabilizar e os manifestantes que a 6 meses (parece familiar) nas ruas querendo derrubar o governo (conseguiram) voltarem a suas casas.

3816075678-protestos-na-tailandia-3342365641

Jovens Tailandeses protestam contra o golpe de Estado

O correspondente da BBC em Bangcoc, Jonah Fisher afirmou que os soldados se moveram rapidamente para consolidar suas posições e entrar no acampamento dos “camisas vermelhas”, partidários do governo, nos arredores de Bangcoc.

“Eles também estão se movimentando na direção do acampamento dos manifestantes contra o governo no centro da cidade”, acrescentou.

“O toque de recolher foi imposto, então os militares estão, obviamente, se esforçando para garantir que não exista uma resposta imediata ao anúncio. (…) A maioria das pessoas espera que os ‘camisas vermelhas’ se reúnam agora e todos estão muito preocupados com a possibilidade de confrontos.”

As agitações politicas começaram em 2006 quando o primeiro-ministro Thaksin Shinawatra foi deposto pelos militares. Ele era admirado pelos pobres e eleitores rurais, porém era odiado pela elite urbana, que atualmente forma o núcleo do movimento de protesto atual.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas