Você está em: Clikaki »   Variedades » Curiosidades » O que é o protocolo de Kyoto?

O que é o protocolo de Kyoto?

Saiba o que é o protocólo de Kyoto, os paises que participam e sua importância para o meio ambiente.

Protocolo de Kyoto

Em 1997, um acordo feito entre 141 países fixou uma redução mundial de 5,2% nas emissões de dióxido de caborno em relação ao que era emitido em 1990 pelos 10 países mais poluidores do mundo. Esse índice deve ser atingido entre 2008 e 2012, e representa uma redução de 200 milhões de toneladas de gás carbônico (CO2) por ano. Com esse acordo, 30 países industrializados devem reduzir a poluição lançada aos céus, dentre eles França, Itália, Inglaterra, Japão, Portugal e Canadá.

Mas os países mais poluidores podem (se não quiserem diminuir as emissões) comprar crédito de carbono de países em desenvolvimento, que não são obrigados a reduzir as emissões de gases poluentes (como é o caso do Brasil). Esses países compram o direito de poluir investindo em projetos de redução de emissões criados em países em desenvolvimento, como é o caso do programa de Suinocultura Sustentável Sadia. É como se o Brasil estivesse sendo pago para poluir menos e, desse jeito, a meta mundial proposta será atingida.

O protocolo de Kyoto ganhou força apenas em 2004, quando a Rússia assinou o documento. Até então, nem a Rússia nem os Estados Unidos tinham aderido ao projeto. Os Estados Unidos, país que mais polui, não assinou o protocolo de Kyoto, pois o presidente George Bush alegou, em 2001, que a iniciativa prejudicaria a economia daquele país. Os países europeus, no entanto, em espacial a França, ainda têm esperanças de que os Estados Unidos participem das metas globais, dando maior força ao protocolo de Kyoto.

Um dos principais programas de venda de crédito de carbono é o programa 3S (programa de Suinocultura Sustentável Sadia). Este programa foi aprovado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e ganhou o prêmio Brasil Ambiental, na Categoria Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL).

O programa ajuda a reduzir a emissão do gás metano, que é gerado pelos dejetos dos suínos, através da instalação de biodigestores nas granjas. O gás metano produzido nos biodigestores é queimado, produzindo energia. Assim, os biodigestores conseguem transformar o metano em gás carbônico, que tem um efeito estufa 21 vezes menos intenso.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas