O que leva um homem a bater em uma mulher?

Gostou? Seja +1!

Categoria: Atualidades
Postado em:
Home » Atualidades » O que leva um homem a bater em uma mulher?





A violência contra a mulher é um problema sério (Imagem: Reprodução)

A violência contra a mulher é um problema sério (Imagem: Reprodução)

Durante anos de pesquisa e estatísticas, ficou provado que é mais provável que uma mulher seja morta por seu companheiro do que por um estranho.

Vários estudos foram realizados na tentativa de achar uma explicação para a violência doméstica, entre eles alguns questionamentos como: Qual é o perfil do homem que bate em mulher? Como foi sua infância? Era violento durante o namoro? Como o agressor reage a tratamentos?

Foi constatado que não existe um perfil para o agressor. Há alguns que as agressões acontecem raramente. Esse agressor não usa arma e não tem antecedentes criminais.

Surge um agressor

Para ele o ato de violência é raro e ele é influenciado por fatores externos.  Por outro lado o homem pode desenvolver o fator crônico, onde os espancamentos são constantes e ele não parece sentir nenhum remorso. Mas, as várias formas de agressão não significa que não são graves, qualquer tipo de violência física pode causar ferimentos ou até mesmo a morte.

Assim não importa se a violência ocorre com maior ou menor frequência porque esse fator não torna o comportamento justificável, não existe violência aceitável. Afinal o que leva um homem que jurou amar e respeitar uma mulher ter um comportamento agressivo com a mesma?

O que leva um homem a agredir um mulher

A maior parte dos agressores foram criados em ambientes aonde a violência física era normal e constante, onde passaram a infância em um ambiente hostil mais parecido com um campo de batalha.

Segundo pesquisas um homem criado em um ambiente violento aprende com o pai a desprezar mulheres. Eles aprendem que a única maneira de serem aprovados pelo pai é tendo a mesma atitude que ele, maltratado e humilhando as mulheres.

Muitas mulheres que sofrem agressão preferem não contar (Imagem: Reprodução)

Muitas mulheres que sofrem agressão preferem não contar (Imagem: Reprodução)

É claro que o ambiente familiar não justifica esse fator mas pode ajudar a explicar onde foi que essa violência por parte do homem surgiu.

Em alguns países esse comportamento é considerado normal e aceitável, existem muitas sociedades em que o marido tem o direito de agredir a mulher ou até mesmo intimidá-la.

Mesmo em países que esse tipo de comportamento não é aceitável, muitos adotam esse tipo de comportamento. O conceito lógico que alguns homens tem sobre esse conceito é impressionante. Um jornal do sul da Africa fez uma pesquisa e descobriu que 40% dos homens que afirmam não agredir suas mulheres acham esse tipo de comportamento aceitável e acreditam que isso não seja violência.

Na Grã-Bretanha, por exemplo, uma pesquisa mostrou que 75% dos meninos entre 11 e 12 anos acham que a violência aceitável, isso prova que com mais frequência isso é aprendido na infância dentro de suas próprias casa.

Vamos mudar essa realidade e mentalidade machista, ligue para o número 180 caso sofra algum tipo de violência ou caso presencie fatos do tipo e denuncie o agressor!