Você está em: Clikaki »   Saúde » Tratamentos » O sarampo pode levar a morte?

O sarampo pode levar a morte?

Prevenção

Muitas vezes os sintomas superficiais do sarampo não aparecem abertamente, como se, em vez de desenvolver para fora, a doença não quisesse se manifestar e continuasse incubada. É um caso mais grave?

Sarampo

O sarampo, assim como a catapora, atinge especialmente as crianças

Muitas vezes os sintomas superficiais do sarampo não aparecem abertamente, como se, em vez de desenvolver para fora, a doença não quisesse se manifestar e continuasse incubada. É um caso mais grave?

O sarampo pode levar a morte?

Sim, pode levar a morte. Só acontece em crianças muito pequenas, mas sempre que as manchas do sarampo não chegam a aparecer plenamente é preciso ficar atento para evitar complicações!

Por ser uma doença benigna, como pode ocasionar a morte? Geralmente aparecem complicações cerebrais (encefalites pós-sarampo). Embora o sarampo se apresente atenuado, o vírus ataca o cérebro e provoca a morte.

Em casos graves podem ser usados antibióticos?

Somente quando há complicações broncopulmonares originadas por bactérias. Nos demais casos, são completamente inúteis, o sarampo é uma doença de origem virótica que não pode ser tratada com antibióticos. Nem as complicações mais perigosas, como a meningoencefalite, respondem a esse tipo de tratamento.

O que se pode recomendar para combater a doença?

Basicamente repouso no leito, alimentação semiliquida, mas substanciosa, e algum medicamento que alivie a tosse e os sintomas nos olhos. Mas o essencial é a vigilância médica para evitar complicações. Também é bom diminuir simplesmente a intensidade da iluminação no ambiente. Assim evitam-se as moléstias oculares ao paciente. Convém também certo grau de umidade no ambiente para que o doente não se canse de tossir.

A pessoa que teve sarampo fica imunizada?

Geralmente adquire uma imunidade permanente mas em casos raros a doença pode voltar.

E os adultos, quando contraem?

Normalmente são pessoas que não tiveram a doença quando criança. Inclusive as pessoas que se pensavam ter contraído a doença porque tinham sintomas parecidos, mas não estavam realmente imunizadas contra o sarampo.

A vacina se apresenta como uma prevenção eficaz contra muitas doenças. Acontece o mesmo com o sarampo?

O sarampo pode ser previnido injetando-se gamaglobulina durante os cinco primeiros dias que se seguem o contagio, mas é muito dificil determinar o momento da administração, porque no inicio a doença se assemelha muito ao resfriado comum.

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas