Você está em: Clikaki »   Educação » História » Operação Valquiria

Operação Valquiria

Operação Militar

Um grande e audacioso plano que pretendia matar Hitler e tomar o poder, entenda como os conspiradores utilizaram o próprio plano de Hitler de permanecer no poder contra ele.

463px-BmRKELSBGold

A operação valquíria não se trata apenas de um filme ou da continuação do missão impossível (talvez) como os ignorantes pensavam, valquíria foi um plano que tinha como objetivo matar Adolf Hitler.

Embora todos liguem erroneamente valquíria como o codinome da operação conspiratória, vlaquiria na verdade era um conjunto de ordens e operações para o exército de reserva e os batalhões policiais além de um batalhão especializado em tumultos para poderem retomar o controle em caso de alguma organização tentasse tomar o poder.

Entre muito de suas ordens encontrava-se:

  1. Declarar o Reich em estado e emergência militar, afim de fazer a manutenção da lei e da ordem, transferindo o poder executivo e a Wehrmatch (exercito alemão) a uma pessoa (no caso o líder da resistência alemã
  2. Transferir o poder executivo – com o direito de delegação, sobre os comandantes territoriais – na área da guerra em casa, sobre o comandante das reservas do exército sob a nomeação simultânea para o comandante supremo na guerra pátria – no ocupada zona oeste, no comandante supremo oeste – em Itália, no sudoeste comandante supremo – na zona leste ocupada, no comandante supremo dos grupos do exército e comandante da Wehrmacht terra oriental para a sua respectiva área de comando – em Dinamarca e Noruega , para o comandante da Wehrmacht.
  3. Os titulares do poder executivo tem controle sobre:
    a) toda seção e unidades da Wehrmacht, incluindo a Waffen -SS, RAD e OT , dentro de sua área de comando;
    b) todas as autoridades públicas (do Reich , Alemanha , os estados e os municípios), especialmente a polícia policiais inteiras, polícia de segurança e de polícia administrativa;
    c) todos os portadores de escritório e subdivisões do NSDAP e de suas associações filiadas;
    d) os serviços de transporte e serviços público
  4. Toda a Waffen-SS está integrado no exército, com efeito imediato
  5. Os detentores do poder executivo são responsáveis ​​pela manutenção da ordem e da segurança pública.Eles especialmente tem que garantir:
    a) a proteção da comunicação
    b) a eliminação do SD (Serviço de Segurança especial do partido nazista)
  6. Qualquer oposição contra o poder militar terá de sofrer punição impiedosamente.
    Nesta hora de maior perigo para a Pátria, a Wehrmacht estará a cargo da manutenção da disciplina.É por isso que eu faço-lhe o dever de todos os comandantes do exércitoda marinha e da força aérea para apoiar os detentores do poder executivo para realizar sua tarefa difícil com todos os meios à sua disposição e para garantir o cumprimento de suas diretrizes por as seções subordinadas. O soldado alemão está diante de uma tarefa histórica. Vai depender da sua energia e atitude se a Alemanha será salva

Este é um resumo das ordens mais importantes do documento que fora entregue ao chefe da reserva da unida o General Friedrich Fromm cujo o único que tinha poder para distribuir a ordem acima.

A ordem em si era um pouco diferente entre outros sentidos tais como a distribuição das tropas de reserva, estas comandadas por Otto Remmer estavam espalhadas pelos principais distritos ocupados como paris Varsóvia e parte da Itália. Com a recente promoção de Claus Von Stauffenberg a chefe do estado maior do exército de reserva ele não só tinha acesso aos planos de Valquíria como poderia rescreve-lo e pedir para Hitler assinar, afinal rescrever a ordem é uma coisa, distribui-la é outra, e para a sua distribuição ela precisaria da assinatura do Fuehrer.

claus-graf-schenk-stauffenberg

Claus Graf Schen Stauffenberg e sua esposa

Stauffenberg rescreveu a ordem colocando as reservas do exército nas principais cidades alemãs, curiosamente bem perto dos quarteis da Gestapo da Waffen SS e bem próximo dos quartéis da NASDAP. Quando apresentado a ordem a Hitler e mais um pouquinho de persuasão, Stauffenberg conseguiu que Hitler assinasse a nova ordem. Agora o único empecilho Friedrich Fromm.

Friedrich Fromm o chefe do exercito de reserva, não estava contente com sua carreira, ele não conseguia subir no exercito. Presa fácil para os conspiradores que ofereceram uma cadeira no regime novo e também uma “vingancinha” pessoal contra seu desafeto no alto comando Wilhelm Keitel, o homem que escrotizava  impedia sua subida na carreira militar. Friedrich Fromm mesmo assim continuava como um empecilho pois era covarde, ele só acionaria a ordem e se declarava ao lado dos conspiradores quando tivesse certeza do cadáver de Hitler. Foi necessário por um “ajudante” para vigiar seus passos então.

435px-Bundesarchiv_Bild_146-1984-079-02,_Führerhauptquartier,_Stauffenberg,_Hitler,_Keitel

Stauffenberg á esquerda ao lado de Hitler, ele carregava as bombas na mala nesta foto

Friedrich Olbricht um “amigo” de Stauffenberg se dispôs a vigiar o chefe da reserva e assegurar que cumprisse seus objetivos.

Com a ordem pronta e assinada a unica coisa que faltava era  a morte de Hitler, o único com culhões o suficiente para isso era um homem com família, esposa e filhos que pediu para sair da Alemanha com medo de que se algo desse errado…. Stauffenberg então só precisava de uma reunião com Hitler, conseguiu quando os generais iriam explicar a situação do front oriental na toca do lobo. Embora estivesse com a bomba arma e pronta ligou para os outros conspiradores pedindo a autorização para detonar a bomba, como na reunião estava apenas Hitler de importante, Goebbels e Himmler não se encontravam o plano foi adiado, afinal não adiantava matar um louco no poder para subir seu sucessor um lunático.

Friedrich_Fromm

Friedrich Fromm chefe da Reserva do exército

Após este adiamento surgio uma outra reunião inesperada que discutira o front oriental e o italiano, havia rumores que Mussolini estivesse na reunião. Em 20 de julho de 1944 todos se reúnem na toca do lobo, mas como faz calor a reunião é feita na casa acima do bunker.

Stauffenberg então arma a bomba  mas devido a falta de tempo arma apenas um dos 2 explosivos na bolsa e a coloca perto de Hitler. Um general derruba a bolsa sem querer e a coloca longe de Hitler e mais para baixo da mesa, oque causa grandes problemas a Stauffenberg.

Nesse momento Stauffenberg ja esta no aeroporto da base e voa para Berlim, quando a bomba explode um infiltrado na toca do lobo corta todas as comunicações deixando o lugar isolado.

Stauffenberg Chega a Berlim e encontra tudo calmo e tranquilo, liga então para para Friedrich Fromm e este tinha saído para almoçar, quem atende é o tal ajudante, este revela que Fromm não acionou a ordem por duvidar da morte de Hitler, quem aciona a ordem então é Orbrich.

Chegando a ordem a reserva e a central telefônica o plano entra em ação. Regimentos são despachados aos prédios importantes do regime, estes são cercados e seus funcionários presos. Instalação após instalação é esvaziada com tamanha rapidez e eficiência para evitar que “as SS tomem o poder”.

Fromm quando volta do almoço e vê que a ordem foi despachada em seu nome liga para a toca do lobo e nesta quem atende é Keitel informando que Hitler está bem, Stauffenberg é posto em cheque e decide então prender Fromm com base na ordem acima alegando indisciplina.

Bundesarchiv_Bild_146-1972-025-12,_Zerstörte_Lagerbaracke_nach_dem_20._Juli_1944

Toca do lobo após a explosão da bomba

Berlim está tomada assim como outros distritos, o departamento policial não interfere e se oferece para ajudar(o chefe de policia não gostava muito do governo atual) duas horas se passam até que a reserva do exército chega a sede do Partido Nazista, la Goebbels convence de que Hitler está vivo e aquele que continuar com as ordens de Steuffenberg será punido. A força do Golpe começa a cair.

O chefe da telefonia do Reich resolve então tomar parte de Hitler e corta as comunicações de Stauffenberg, distrito após distrito é retomando e Stauffenberg e os conspiradores encontram-se sozinhos.

Julgamento "do povo" contra os conspiradores

Julgamento “do povo” contra os conspiradores

Friedrich Fromm é solto por tropas do governo e ordena a execução imediatamente de Stauffenberg e seus cúmplices, São mortos por Fuzilamento Stauffenberg seu ajudante Friedrich Orbretch  e mais 4. Algum tempo depois Fromm se mata temendo represálias por parte de Hitler.

O restante que tentava fugir foi capturado e Humilhado em um julgamento e depois executado em corda curta para prolongar seu sofrimento.

800px-Plaque_on_Memorial_to_the_German_Resistance,_Berlin

Memorial na Alemanha aos conspiradores

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas