Você está em: Clikaki »   Atualidades » Economia » Quais as diferenças entre um país capitalista e um socialista

Quais as diferenças entre um país capitalista e um socialista

Sistemas econômicos

Um preza pelo "eu", o outro pelo "nosso". Qual seria o melhor sistema econômico? Entenda melhor as diferenças entre capitalismo e socialismo.

Muro de Berlim dividia Alemanha em dois blocos econômicos: capitalistas e socialistas.

Muro de Berlim dividia Alemanha em dois blocos econômicos: capitalistas e socialistas.

Com o decorrer da história, as sociedades adotaram modelos particulares de sistemas econômicos, ou seja, a forma de organizarem suas economias. Para melhor compreendermos os tópicos seguintes, torna-se necessário conhecer alguns aspectos do capitalismo e socialismo.

Capitalismo

Princípios:

  1. a produção é atividade da iniciativa privada. De um lado ficam os donos dos meios de produção e do outro a forca de trabalho (os trabalhadores assalariados);
  2. o principal objetivo da produção é o lucro;
  3. o preço é determinado pelo mercado (oferta e procura);
  4. livre concorrência, liberdade das empresas para produzir e fixar seus preços.

Além da liberdade de preços, o mercado de trabalho é um outro fator preocupante, pois o capitalismo vem introduzindo constantes modificações em sua organização.

A automatização (robôs e computadores) reduz cada vez mais os postos de trabalho, causando o desemprego e deslocando os centros produtivos para regiões de mão-de-obra mais barata.

Características dos principais países capitalistas:

  • elevado nível de industrialização;
  • alta taxa de população urbana;
  • exportação de produtos industrializados e tecnologias;
  • importação de produtos primários (matéria-prima);
  • economia dedicada aos setores secundário e terciário;
  • existência das classes burguesia e proletariado;
  • indicadores socioeconômicos positivos;
  • elevada renda per capita;
  • grande consumo de bens e serviços.

Setor primário: agricultura, extrativismo e pecuária.

Setor secundário: atividades industriais.

Setor terciário: prestação de serviços (educação, bancos, comércio).

Socialismo

Como forma de eliminar as diferenças sociais verificadas no capitalismo e modificar a situação difícil vivida pelos trabalhadores de paises capitalistas, alguns pensadores, com destaque para Marx e Engels, idealizaram o socialismo.

Esse sistema tinha como proposta uma sociedade igualitária, com a coletivização dos meios de produção, e acabar com a exploração do homem pelo homem.

Princípios:

  1. domínio público ou coletivo dos meios de produção (empresas estatais);
  2. atividades econômicas dedicadas ao desenvolvimento social e não centradas no lucro;
  3. economia planificada: o governo decide todas as questões econômicas e as controla (preços de compra e venda);
  4. inexistência de classes sociais.

Atualmente essa economia planificada dá lugar a mecanismos de mercado como: privatização de empresas, volta do mercado de capitais, surgimento do desemprego, uma vez que o Estado não mais garante o pleno emprego, e incentivos para atrair o capital estrangeiro, em especial dos paises capitalistas desenvolvidos.

Ao final da década de 1980, em diversos países, em conseqüência de crises econômicas, do distanciamento da população das decisões, das dificuldades do exercício de direitos pelos cidadãos, da liberdade individual cercada, o socialismo real entrou em crise, tendo como marco a queda do muro de Berlim, em 1989.

O colapso do socialismo teve como conseqüências o fim da Guerra Fria e da bipolaridade dos Estados Unidos e União Soviética, a consolidação do capitalismo como sistema socioeconômico dominante, a globalização etc. Um artigo em nosso site dá ainda mais ênfase nas características do socialismo.

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas