Você está em: Clikaki »   Variedades » Curiosidades » Qual a origem da sexta-feira 13

Qual a origem da sexta-feira 13

Maldição?

Conhecido por muitos como dia do azar, a sexta-feira 13 põe medo até em gente grande, confira algumas lendas e história sobre esse data macabra.

O gato preto é um dos símbolos da sexta-feira 13

O gato preto é um dos símbolos da sexta-feira 13

Quando uma sexta-feira cai no dia 13, ela é conhecida como o dia do azar, que traz o medo nas pessoas e estimula a várias outras superstições. A origem dessa data possui muitas versões, mas na maioria das culturas a data está ligada a acontecimentos de causar arrepios.

A sexta-feira 13 já apareceu em várias telas do cinema, com os filmes de terror, além disso o dia é muito usado para o marketing de parques e outras atrações que adoram dar sustos. O dia é tão impactante que o mau pressentimento é tão forte que acaba repercutindo em alguns ares econômicos e sociais.

No ano de 2004, o National Geographic efetuou uma pesquisa nos EUA e deduziu que aproximadamente 1 bilhão de dólares são desperdiçados nessa data. O motivo é que o comércio fecha as portas e as pessoas – por superstição – sentem medo de fazer investimentos nesse dia. Olhando por um ponto de vista social, o medo excessivo dessa data pode afetar no comportamento e na relação com outras pessoas, no pior dos casos se tornar uma fobia.

De tão popular que é o dia, ele chegou até mesmo a virar filme.

De tão popular que é o dia, ele chegou até mesmo a virar filme.

A sexta-feira 13 vem de várias hipóteses que tentam esclarecer as crendices que abrangem esta data, mas ninguém sabe realmente porque essa data é tão sinistra. Confira algumas histórias sobre essa data:

O número 13 durante muito tempo é considerado um número de azar, pois o número 12 na numerologia é visto como algo completo,  como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 constelações do Zodíaco. Já a sexta-feira foi o dia no qual Jesus foi crucificado, por isso também acabou recebendo um selo de dia do azar, combinando os dois a sexta-feira 13 é considerado o mais azarado dos dias.

Para piorar a religião cristã é realmente bem azarada nesse dia, pois ele costuma estar ligado a várias ocorrências malignas na história da religião. Uma delas aconteceu no dia 13 de outubro de 1307 numa sexta-feira, quando o rei Felipe IV da França ao sentir que iria perder o seu poder, deu a ordem para matar todos os Cavaleiros Templários, aquela sexta-feira 13 foi a mais horripilante e sangrenta da história do cristianismo.

Há muito tempo o número 13 é visto com maus olhos.

Há muito tempo o número 13 é visto com maus olhos.

Porém mesmo antes da vinda da vinda de Cristo essa data já não era vista com bons olhos, duas delas na mitologia nórdica. A primeira conta que 12 deuses foram convidados para uma festa com um grande banquete, menos Loki que era uma alma malfeitora e causador de desavenças. Bravo com a circunstância ele ocasionou uma briga que decorreu na morte de Balder, que era o mais querido entre os deuses.

A segunda chegou até mesmo a ser levada para a Europa, essa lenda conta que Friga (deusa do amor e da beleza) foi transformada em bruxa quando os membros das tribos nórdicas tiveram a decisão de se converter a cristãos. Raivosa com a situação, ela passa a reunir 11 bruxas e 1 demônio para rogar pragas a todos os seres humanos e todos eles (13) rogavam pragas contra os humanos.

Para nós brasileiros essa data também causa alguns arrepios, pois foi em uma sexta-feira 13 em dezembro de 1968 que o governo militar do Brasil decretou o AI-5, que, entre outras coisas, suspendeu direitos e garantias políticas, decretando estado de sítio no Brasil e dando poderes aos militares de fechar o Congresso.

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas