Você está em: Clikaki »   Saúde » Doenças » Sarampo sintomas transmissão e prevenção

Sarampo sintomas transmissão e prevenção

Tire suas dúvidas

Por que é tão contagiosa? Como reconhecer o sarampo antes do aparecimentos das manchas? O sarampo pode matar? Saiba as respostas a essas perguntas aqui.

O sarampo é uma doença que atinge principalmente crianças.

O sarampo é uma doença que atinge principalmente crianças.

Quase todo mundo sabe determinar, quando uma pessoa está com sarampo somente vendo a pele, não é mesmo? Mas isso é apenas uma apreciação superficial. O sarampo é uma doença infecciosa de manifestação epidérmica de origem virótica, caracterizada por fenômenos catarrais nas vias respiratórias e erupções cutâneas, entendeu?

Os recém nascidos e as pessoas que tem certa idade parecem menos propensos ao sarampo. Cerca de 95% dos casos afetam as crianças. Mas os bebês menores, de um a dois anos, estão menos expostos ao contágio porque conservam as defesas adquiridas do leite materno.

Por que é tão contagiosa?

A resposta é simples, pois a pessoa contaminada ao tossir expulsa o vírus, assim qualquer pessoa que estiver próxima pode ser infectada através das vias respiratórias. O sarampo é transmissível inclusive depois que o doente parece curado? Até cinco dias depois do desaparecimento das manchas, um doente pode contagiar outra pessoa sadia. O mais eficaz é isolar a pessoa doente desde a primeira semana até uns cinco dias depois que as manchas tenham desaparecido.

O sarampo pode matar?

Apesar de ser uma doença muito difundida, pode-se considerá-la benigna. O índice de mortalidade não alcança um por cento, mas é ligeiramente superior em crianças com menos de quatro ou cinco anos de idade.

A vacina contra o sarampo pode ser tomada a partir dos 6 meses de vida.

A vacina contra o sarampo pode ser tomada a partir dos 6 meses de vida.

Como reconhecer o sarampo?

Detectar o sarampo após eles estar incubado é fácil, mas também existem sintomas precoces que ajudam a detectar a doença logo no início.

Geralmente, os primeiros sintomas não aparecem até oito ou dez dias depois de se ter produzido o contágio, quando o doente já se tornou um transmissor da doença. As crianças sentem-se mal em ambientes iluminados e apresentam abundante lacrimejamento. A estes sintomas de conjuntivite também se juntam a catarro (com febre), tosse seca, secreção nasal e presença de manchas características na boca (Mancha de Koplic). Depois de superada esta etapa, a febre diminui e aparecem – geralmente ao fim de quatro dias – as manchas avermelhadas, que se estendem progressivamente desde a parte anterior e posterior das orelhas até o pescoço.

As manchas perduram por quanto tempo?

Cerca de três dias. Depois advém a terceira fase, que se prolonga durante mais cinco ou seis dias. A febre continua baixando e o exantema desaparece (as manchas transformam-se em escamas superficiais que se desprendem sozinhas), ao mesmo tempo em que vão diminuindo progressivamente a tosse, a secreção nasal e a irritação nos olhos.

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas