Você está em: Clikaki »   Saúde » Cuidados essenciais com a pele

Cuidados essenciais com a pele

Cuide da sua pele, ela é vital para a sua vida. Confira 10 dicas de manter a pele sempre jovem e bonita

Epiderme, derme e hipoderme. Estas são as três camadas que formam o maior órgão do corpo humano: a pele.

Cuidados essenciais com a pele

Os estudos de anatomia garantem que correspondem a 16% do peso corporal e, sem ela, a sobrevivência seria impossível, pois exerce funções vitais, como controle térmico e de fluxo sanguíneo, defesa orgânica e a mais conhecida função sensorial que são as sensações de frio, calor e dor.

Quando você olha para a sua pele está enxergando a epiderme. A resistência e a elasticidade da pele ficam a cargo da derme, e o depósito de calorias e a proteção contra traumas físicos são responsabilizados da hipoderme. Assim como qualquer outra parte do corpo humano, é preciso tomar alguns cuidados com a pele para evitar problemas de saúde. Contudo, simples atitudes podem previnir sérias doenças.

1. Protetor Solar – Deve fazer parte da rotina de higiene e de beleza e irá retardar o envelhecimento da pele, além de previnir o aparecimento de rugas e manchas. De acordo com informações do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, nos primeiros dias de exposição ao sol, o mecanismo de produção de melanina (pigmentação da pele) começa a ser ativado. Nesse período, devem ser utilizados protetores solares com fatores de proteção mais elevados que filtrarão os raios UV-A e AV-B.

Protetor SolarRadiações solares – Saiba quais são as principais e o que elas podem fazer com a pele

Raios infravermelhos: responsáveis pela sensação de calor e desidratação da pele
UV-A: bronzeiam superficialmente, mas contribuem para o envelhecimento precoce da pele, quando a exposição solar é prolongada.
UV-B: consideradas mais lesivas que as radiações UV-A que, em excesso, podem causar queimaduras, envelhecimento precoce e câncer de pele.
UV-C: raramente atingem a superfície terrestre, mas são bastante prejudicais, não estimulam o bronzeamento e causam queimaduras e câncer.

2. Das 10h ás 16h – A partir das 10 horas, o sol vai se posicionando em seu ponto mais alto, e é nesse horário que seus raios ficam mais fortes e intenso. De acordo com um especialista, durante esse período NÃO se deve evitar permanecer em exposição direta com o sol.

3. Manchas ou pintas novas – Segundo recomendações de um dermatologista, é sempre bom ficar alerta a qualquer novidade. Manchas que não existiam antes são sinais de alerta e devem ser
Examinados por um especialista.

4. Banhos quentes – A água quente retira a barreira de hidratação natural da pele quanto mais tempo embaixo do chuveiro, há mais chances de estimular o produção de oleosidade ou ressecá-la

5. Dietas Balanceadas – Quanto às vitaminas que fazem bem para a pele vemos: vitamina A (cenoura, abóbora, espinafre e brócolis), e (óleos, gema de ovo, gérmen de trigo), C (Laranja,Kiwi, acerola) e o complemento B (encontradas nos carboidratos integrais, frutas, e vegetais). Segundo um nutricionista, o ômega-3 (sardinha, atum, salmão, linhaça) não é uma vitamina, mas também não pode faltar, quando a questão é pele.

6. Alimentos oleosos – Alimentos ricos em gordura aumentam o sebo em glândulas sebáceas, que protegem e lubrificam a superfície do corpo, e os açucares estimulam a liberação de outros hormônios. Estes, por sua vez, aumentam a oleosidade da pele.

Agua e a pele7. Água – A ingestão de água hidrata a pele, além de favorecer a absorção dos nutrientes necessários que garantem sua elasticidade, integridade e brilho.

8. Atividade física – Quando existe uma prática regular, ocorre o aumento da atividade antioxidante e de endorfina, que melhoram o humor e a autoestima, e a modulação do sistema imunológico, que melhora a resistência a doenças e neutraliza os radicais livres, que causam grandes alterações na pele, além de produzir substâncias anti-envelhacimento, reduzindo ainda o estresse.

9.Hidratantes Corporais – Utilizá-los é essêncial, independentemente da temperatura do ambiente. O clima frio tende a res secar a pele e, o quente, a deixá-la oleosa. Por isso, uso de hidratantes especiais é muito importante. o ideal é passá-los pela manhã após o banho e á noite. Até mesmo quem tem pele oleosa deve procurar hidratá-la com um creme indicado para esse tipo de pele, pois oleosidade não á sinônimo de hidratação. Partes mais ressecadas. como joelhos, cotovelos a calcanhares merecem aplicações a cada quatro ou seis horas, pelo menos. Hidratantes com óleo de semente de uva, óleo de amêndoas, proteínas do leite e aloe vera são os mais indicados, pois relaxam e hidratam a epiderme.

10 – Sono – O estresse, a falta de sono ou a interrupção do momento de descanço, promovem vários consequências para a pele, como a diminição de resistência, aumento de suor, coceira e vermelhidão. Especialistas recomendam que, para o bom funcionamento do corpo inteiro, é preciso ter oito horas de sono por noite, para que o organismo diminua o ritmo acelerado do dia a dia e mantenha um tempo de repouso adequado.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas