O que fazer em casos de acidentes elétricos

Gostou? Seja +1!

Categoria: Saúde
Postado em:
Home » Saúde » O que fazer em casos de acidentes elétricos





O amplo uso de aparelhos elétricos, não só nas indústrias, mas também na vida doméstica costumam gerar numerosos acidentes.

O mais grave deles é a eletrocussão, ou estado de morte apaChoque Életricorente provocando por uma descarga elétrica sobre o organismo. Este acidente conduz a morte se a pessoa eletrocutada não é reanimada imediatamente.

Como age a corrente elétrica sobre o organismo?

Os principais problemas que provoca, afetam a função cardíaca e respiratória. A passagem da corrente elétrica dá lugar a um desajuste no funcionamento do coração que pode gerar uma parada cardíaca e pode produzir a cessação da respiração por falha do centro respiratório ou por contração dos músculos da respiração. São frequentes assim mesmo, as queimaduras produzidas pela descarga sobre tecidos, no lugar de entrada ou saída do fluxo elétrico, ou no caminho percorrido por esse dentro do organismo.

Que tipo de corrente é mais perigosa?

A corrente alternada é muito mais perigosa que a contínua. No que se refere a voltagem, enquanto que a de uso doméstico (110-220 volts) só geram lesões graves se a pele não oferece resistência devido estar molhada, as voltagens superiores a 500 volts são mortais a não ser em casos excepcionais.

Além das caracteríscas da corrente elétrica, que fatores influem na gravidade da descarga?

A trajetória da corrente através do corpo, é a importante resistência que oferece a pele, pois é muito menor se está molhada (a pele seca oferece uma resistência de passagem elétrica 100 vezes superior que a pele molhada). Outro fator é o treinamento ou hábito, os eletricistas e empregados de certas fábricas têm maior tolerância.

Que sintomas apresentam uma pessoa que recebeu uma descarga elétrica?

No momento de receber a descarga, o paciente é projetado a distância se a corrente for de alta voltagem, ou fica fixado no ponto de contato devido a intensa contração muscular. Tanto este efeito como a projeção podem causar a ruptura óssea. Depois de descarga, pode-se sofrer uma parada cardíaca, uma parada respiratória ou ambas, na qual o sujeito estará inconsciente. A corrente pode também ter produzido uma queimadura na pele ou lesões musculares, o que determinará perda de mobilidade no caso de que se consiga sua recuperação.

Pode-se transmitir a descarga elétrica de uma pessoa par outra?

Sim, por isso é necessário tomar precauções quando se auxilia a um eletrocutado que tenha ficado fixado no condutor elétrico.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes