Você está em: Clikaki »   Educação » Opiniões de Marx e Engels sobre o trabalho

Opiniões de Marx e Engels sobre o trabalho

Karl Marx e Friedrich Engels é uma das duplas de filósofos antigos mais conhecidos atualmente. Marx nasceu na Alemanha no ano de 1818 em uma família judaica, ele foi um estudante universitário brilhante e suas teorias possuíam muitas influências do filósofo alemão, Hegel. Em 1844 ele conheceu Friedrich Engels, que era filho de um rico industrial, em Paris, depois de se conhecerem eles se tornaram grandes amigos e foram parceiros ao longo de suas vidas intelectuais.

Karl Marx e Friedrich Engels é uma das duplas de filósofos antigos mais conhecidos atualmente. Marx nasceu na Alemanha no ano de 1818 em uma família judaica, ele foi um estudante universitário brilhante e suas teorias possuíam muitas influências do filósofo alemão, Hegel. Em 1844 ele conheceu Friedrich Engels, que era filho de um rico industrial, em Paris, depois de se conhecerem eles se tornaram grandes amigos e foram parceiros ao longo de suas vidas intelectuais.

Por serem apoiadores do comunismo eles não gostavam de nenhuma ideia capitalista, por isso eles foram os primeiros críticos da indústria moderna, eles diziam que ela chegaria ao fim quando os trabalhadores se rebelassem e tomassem o controle da indústria. Em uma de suas publicações mais conhecidas chamada de Manifesto Comunista, eles descreviam que o surgimento da indústria capitalista iria causar uma enorme diferença entre as classes sociais, causando assim uma hostilidade entra elas, por um lado a burguesia que detinha os meios de produção, e a classe do trabalhador proletariado. Devido ao emprego de máquinas e da divisão do trabalho o trabalho dos proletariados acabaram perdendo seu valor, eles não precisavam mais possuir um diferencial, pois o seu trabalho acabou se tornando mais simples, monótono e mais fácil de aprender.

Eles exemplificam as indústrias como se fossem campos militares, cheios de soldados que são as massas de operários sob o comando de oficias e sargentos e mostram também que diariamente e a cada hora os trabalhadores são escravizados pelo seu supervisor e pelo dono da fábrica. Para concluir eles mencionam que algum dia os trabalhadores se tornariam muitos e lutariam por uma vida mais justa e que os comunistas estariam sempre do lado deles para tirar o poder da burguesia, e deixam uma trecho final dizendo para os proletariados de todos os países se unirem.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas