Você está em: Clikaki »   Variedades » Dicas » Que diferença existe entre a bronquite aguda e crônica?

Que diferença existe entre a bronquite aguda e crônica?

Que diferença existe entre a bronquite aguda e crônica? A bronquite aguda cura-se em alguns dias. A crônica geralmente um processo incurável, no qual as lesões são mais graves e, as vezes, irreversíveis. Considera-se bronquite crônica quando a tosse ou expectoração aparecem em mais de 90 dias ao ano e durante mais de 2 anos […]

Que diferença existe entre a bronquite aguda e crônica?

A bronquite aguda cura-se em alguns dias. A crônica geralmente um processo incurável, no qual as lesões são mais graves e, as vezes, irreversíveis. Considera-se bronquite crônica quando a tosse ou expectoração aparecem em mais de 90 dias ao ano e durante mais de 2 anos consecutivos.

Quais as causas da bronquite aguda?

A mais frequente é a infecção por microorganismos, quase sempre bactérias, da parede dos brônquios; aparecem quando se enfraquecem as defesas do organismo, na maioria dos casos, como consequência de um resfriado.

Mas a bronquite pode ser também a manifestação das vias respiratórias, de uma doença generalizada do organismo (sarampo, febre tifóide) tuberculose, assim como resultado da inalação de substâncias irritantes, como ácidos e dissolventes industriais.

Como se manifesta?

Com um mal estar generalizado, rouquidão, dor no tórax e febre não muito alta. Depois surge uma tosse que no início é seca e mais adiante produz expectorações mucosas. A bronquite aguda é raramente perigosa nos adultos, mas pode ser grave nas crianças e nos lactantes porque provoca uma dificuldade respiratória que põe em perigo as suas vidas.

É verdade que o fumo, o ar frio e a poeira agravam a doença?

Sem dúdiva, já que aumenta a secreção mucosa dos brônquios e aumentam a tosse.

Quais as causas da bronquite crônica?

A mais frequente é o hábito de fumar. Por outro lado, o contato constante dos brônquios com susbtâncias irritantes (fumaça dos cigarros, impurezas atmosféricas, etc…) Provocam execesso na produção de muco e deriva também para a bronquite crônica.

Apresenta-se também quando uma bronquite aguda não foi curada totalmente e os brônquios continuam formando uma quantidade excessiva de secreção mucosa. A bronquite crônica ataca geralmente pessoas de idade avançada, embora às vezes também pessoas jovens padeçam de algum tipo de doença congênita dos brônquios.

É então a típica do fumante que já levanta tossindo e expectorando…

É. A tosse com expectoração manifesta-se sobretudo pela manhã ao se levantar. Em estados muito avançados, pode aparecer dificuldades respiratórias, e com frequência o curso da doença é interrompido por períodos de bronquite aguda.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas