Você está em: Clikaki »   Educação » Trovadorismo resumo

Trovadorismo resumo

Literatura

Tendo como principal manifestação literária as cantigas o trovadorismo foi o primeiro movimento literário da língua portuguesa

trovadorismo literatura

A literatura tem como principal objetivo fazer com que aprendamos a questionar, conhecer e refletir sobre as riquezas de conhecimentos e sentimentos inseridos em um livro. Além disso, ela é composta por diversas escolas literárias (ou movimentos literários).

O que foi Trovadorismo?

O trovadorismo foi o primeiro movimento literário da língua portuguesa e teve como principal manifestação literária as cantigas. Todos os literários dessa época que participavam do movimento eram chamados de trovadores e nas suas primeiras obras eles faziam versos em homenagem às suas amadas, acompanhados de instrumentos. No inicio as cantigas eram apenas cantadas, por isso o começo da literatura é considerado oral e não escrita, e as cantigas eram passadas de pai para filho, pois eram de fácil memorização. Depois de um tempo as cantigas passaram a ser escritas e é por isso que atualmente o Trovadorismo é conhecido como a Literatura da Época Medieval.

Não se sabe exatamente em que época o Trovadorismo teve início, mas muitos acreditam que tenha sido em 1189 ou 1198, tendo como primeira obra a Canção da Ribeirinha por Paio Soares de Taveirós.

Cantiga da Guarvaia

“No mundo nom me sei parelha,
mentre me for como me vai,
ca ja moiro por vos – e ai!
mia senhor branca e vermelha,
queredes que vos retraia
quando vos eu vi en saia!
Mau dia me levantei,
que vos enton non vi fea!

E, mia senhor, dês aquel di’, ai!
me foi a mi muin mal,
e vós, filha de don Paai
Moniz, e ben vos semelha
d’haver eu por vós guarvaia,
pois eu, mia senhor, d’alfaia
nunca de vós ouve nem ei
valia dua correa”.

A Canção da Ribeirinha é também conhecida como Cantiga da Guarvaia, e diz a lenda que o trovador Paio Soares de Taveirós foi contratado pelo segundo rei de Portugal, D. Sancho, para que ele fizesse uma cantiga em homenagem a sua amante. Esta cantiga é considerada uma cantiga de amor, além desse tipo de cantiga havia também as cantigas de amigo, cantigas satíricas.

Características das cantigas

  • Cantigas de amor – Eu-lírico masculino, mulher idealizada (“mia senhor”), espera um benefício de sua amanha (“bem”), amor cortês, coita amorosa, Linguagem mais trabalhada.
  • Cantigas de amigo – Eu-lírico feminino, a mulher lamenta a ausência do amado (‘amigo’), ambiente rural ou litorâneo, simplicidade de linguagem e estrutura.
  • Cantigas Satíricas – Criticam ou zombam de alguém, mostram diversos usos e costumes medievais, linguagem popular, reflete o falar das camadas inferiores. Esse tipo é dividido em duas partes sendo elas: escárnio e maldizer.
  • Cantigas Satíricas de escárnio – Sátira indireta, sutileza, uso da ambiguidade, não permite o uso da pessoa atacada.
  • Cantigas Satíricas de maldizer – Sátira direta, agressiva, linguagem objetiva e uso de termos chulos.

Momento histórico do Trovadorismo

No período em que o trovadorismo ocorreu é possível destacar dois tópicos. Um deles é que o homem medieval acreditava que Deus era o centro de todas as coisas (Teocentrismo), por isso eles eram muito religiosa e grande parte do poder na cultura estava na mão do clero. Outro tópico é que esse período era dominado pelo feudalismo, devido a isso a vassalagem amorosa, na qual o homem se coloca como servo da mulher.

O trovadorismo durou até 1481 tendo como próxima escola o humanismo.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas