Você está em: Clikaki »   Variedades » Curiosidades » Pit Bull: O cão mais perigoso do mundo

Pit Bull: O cão mais perigoso do mundo

Nos últimos anos, noticias de ataques de Pit Bulls vem aumentando. Esse mortífero cão tem alta capacidade de matar qualquer outro cachorro ou pessoa, especialmente crianças, pois não conseguem se defender... Veja algumas verdades sobre esse cão perigoso.

Pit Bull

Pit Bull: O cão mais perigoso do mundo

Nos últimos anos, noticias de ataques de Pit Bulls vem aumentando. Esse mortífero cão tem alta capacidade de matar qualquer outro cachorro ou pessoa, especialmente crianças, pois não conseguem se defender.

Sua mordida se prende no alvo com uma força muito grande, capaz de estraçalhar a vitima, provocar um dano, que na maioria das vezes se torna irreversível, ou então causar a sua morte.

Alguns relatos contam que pessoas tiveram a sua vida mudada após um ataque de Pit Bull, como por exemplo, o caso da modelo de 21 anos que passava um fim de semana na casa de um amigo que possuía um desses animais. Na ingenuidade ela tentou beijar o cão no rosto e acabou levando uma mordida, resultando em 70 pontos e o fim de sua carreira.

Especialistas dizem que com treinamento o Pit Bull pode se tornar um cão normal igual os outros, mas ele ainda é um cão mudado geneticamente e imprevisível. Muitas vezes é comparado a uma bomba relógio, ninguém sabe a hora que vai explodir.

Os governos estão tentando amenizar os problemas com esse tipo de cachorro criando leis que fazem os donos pensar duas vezes antes de deixar o cão solto. Multas altíssimas, seguros de acidentes e outras exigências são obrigatórias para a pessoa possuir um Pit Bull.

A melhor forma de criar o animal é com muito carinho e cuidado. Nunca sair com ele sem focinheira, coleira com enforcador e sempre atento. Cuide de seu animal e evite acidentes.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Compartilhe este artigo:

publicidade

Comentários

Anônimo comentou:

Eu acho um absurdo vc José Matos Canídeos, dizer tal barbaridade dessa.. Por um acaso você já parou para pensar em como esses cachorros são tratados, por minorias? Não neh.. E tem mais:

ENVENENAR ANIMAIS (seja qual for, e qual raça for) É CRIME!
Crime previsto na lei de Crimes Ambientais nº 9605/98.

Então pense bem, antes de falar um absurdo desse, pois se eu lhe conhecesse, eu já teria lhe denunciado há muito tempo.

http://www.direitoanimal.org/onealltextos.php?one=218

Responder
Anônimo comentou:

Olha tenho amigos com pitbulls mansos e carinhosos o ser humano esse imbecil usa essa raça forte para brigas, e ai vc sai acreditando em tudo o q vê a vai se fuder provado no ANIMAL PLANET q o pitbull e um cão companheiro e leal ai la vem um estúpido falar mano ta dono tal cão tudo depende de seus familiares e seus modos de cuidado se vc tem um cão pedigree e cuida bem bem dele se vc tem um cão n pedigree vc n garante os seus familiares então n garante ter um cão perfeito mas meu deus n e culpa dele e culpa de nos

Responder
José Matos Canídeos comentou:

Esse elisson é mais um desses fanaticos por pit bull que espalham mentiras na internet, dizendo que pitbull é mansinho, dócil e depende da criação. Todos nós sabemos que 40% dos pitbulls atacam o dono e todos pitbulls que mataram pessoas tinham comportamento dócil antes do ataque mortal. Então não adianta tampar o sol com a peneira usando argumentos sem sentido. Nenhuma outra raça precisa de treinamento pra nao matar o dono, só o pitbull e mesmo assim sendo treinados eles acabam sempre matando alguem. Eu queria convidar esse elisson, que grita sobre preconceito e racismo, pra ir visitar a menina que ja passou por 13 operações plasticas e ainda continua com o rosto deformado por causa do ataque de pitbull. Essa sim sofre preconceito e sempre sofrerá, tudo por causa de um animal nojento e asqueroso que alguns débeis mentais insistem em criar só para satisfazer sua falta de masculinidade. Ja que nesse país não tem governo, nós os humanos de bom senso temos a obrigação de exterminar essa raça maldita usando veneno e segregando essa minoria de doentes que criam pitbulls e se negam a enxergar a realidade.

Responder
Loki comentou:

Pois é, também concordo que a modelo foi burra. E você não deve ser atencioso somente com pitbull, isso vale pra qualquer outra raça também! Um conhecido meu foi tentar essa mesma gracinha com um pequeno spitz alemão e também levou uma mordida na fuça! Resultado: a ferida infeccionou e seu rosto ficou mais de 1 semana inchado. (e estamos falando de um spitz alemão, cachorro de madame, bem cuidado e com vacinas em dia)

Responder
Jose Marcio comentou:

Estou de pleno acordo. Realmente dá para se criar animais dóceis. Já passaram por minhas mãos pitbulls, rotwallers, filas. até misturados entre si. Prefiro os misturados com fila. Saem mais dóceis. Nunca tive qualquer problema. Por mais insignificante que fosse. Eram manços como cordeiro. e só atacavam se desse ordem. Tudo é jeito de criar tem de mostrar desde novo quem que manda desde cedo. Sem maltratar. Só um manda no animal. Se for mais de um dá confusão. onde atacão e nada os segura. O modo como se cria é de suma importncia. Dê carinho e eles retribuirão. Vou contar um caso: na roça há uns anos atrás não tinha gatos devido aos cães que vivião soltos. Pitbull, rotwallers, filhos deles e outros mais. Nunca deram problemas. Como tinha de criar gatos para manter os ratos fora do paiol tão logo começasse a colheita. arrumamos uma gata e ele logo deu cria. Quando começaram a andar ao redor da casa e invadir o território dos cães começaram a correr risco. Ai antes que algo de ruim acontecesse peguei um filhote cheguei perto do focino de um por um deles. e disse: não pode e fiz o sinal com o dedo. E de uma batidinha no nariz de cada um deles com a ponta do dedo indicador. Apartir de então pararam de dar disgaios nos gatos. E nunca mais os atacou o perseguiu. Ao ponto de andarem por baixo deles e brincar com eles. E andarem juntos. Só de os ter avisado para não os atacar. Agora outro gato de fora que aparecesse lá eles perseguiam e matavam sem dó. Os de casa não tocavam neles. Eu semple fui bom para criar animais. Eu criava as vacas, bois como crio cachorros e saem bem doceis. Claro que vez por poutra haviam os encrenqueiros. Mas, era raro. Já os cachorros eram uns coitados.

Responder
ELISSON comentou:

Esses tipos artigos são discriminátórios, preconceituosos só porque é um pit bull …

Criadores de verdade de pit bull não maltratam, não batem … só dão muito carinho e amor ao bixo …

No caso ai de cima, a menina foi burra d+, por que não sabia se o cachorro gostava de estranhos ou pessoas que elas nunca viram na vida … e também a maneira como ele é tratado, educado esse tipo de comportamente já era mais ou menos esperado …

Enfim só depende da criação ou seja do modo com que as pessoas cuidam desses animais tão lindos … esses cães são muito sociaveis e gostam de dar carinho e tbm gostam de brincar como qualquer cachorro … tenham mais respeito com essa linda raça… pit bull é tudo de bom …

os humanos que estragam ela como qualquer outra coisa … a culpa da agressividade do pit bull é culpa da criação dos homens …
É muito fácil acusar esses pobres animais sem conhecerem a fundo como eles são …
Desinformados, preconceituosos.

Responder

Deixe o seu comentário

Siga-nos

Participe

Cadastre-se

Cadastre seu email para receber as últimas novidades

Ofertas